A mania de se autossabotar

Daí eu tava pensando esses dias sobre todos os projetos que eu penso, idealizo, mas nunca coloco em prática. Às vezes acho que é desmotivação e até já pensei que era preguiça. Mas, analisando mais profundamente, e lendo alguns artigos pela internet, comecei a achar que estou me autossabotando. Todos os sintomas me fizeram chegar à essa conclusão. Vi que a auto-sabotagem é um ciclo: toda vez que surge uma tarefa ou oportunidade, a pessoa vai lá e coloca um monte de obstáculos para não fazer a coisa.

Não é intencional, mas acaba prejudicando a vida. Steven Berglas e Edward Jones, psicólogos americanos, dizem que os motivos mais comuns que levam uma pessoa a se autossabotar é achar que não é merecedora de algo. E isso me transporta para outra coisa, que é o medo de falhar. Eu acho que eu tenho muito medo da falha e não sei lidar muito bem com críticas. E deve ser por isso, que eu me saboto. Para que não tenha a decepção de ter errado. Mas, isso tudo eu faço inconscientemente.

Se libertar disso é difícil e é um processo. Fazendo a análise desses meus momentos de autossabotagem eu pude ver o quanto eu já desperdicei oportunidades por achar que não era capaz de fazer algo e pelo medo de tentar e cair no erro.

A primeira coisa para começar a superar esse problema é enxergar que você tem esse problema. Enxerguei. Agora, é começar a se policiar. Acho que uma boa ida ao psicólogo ajuda muito. Saber de onde surgiu isso é o caminho.

E vocês? Também se sabotam? Se sim, como perceberam e o que fazem para melhorar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s