Sobre consumo e não ter muitos esmaltes

IMG_4058

Há pouco tempo atrás eu era aquele tipo de pessoa que tinha uma maletinha com mais de 100 vidrinhos de esmaltes de todas as cores e texturas. Fazia uma verdadeira coleção e toda vez que ia na farmácia, eu saia com um vidrinho novo. Até que um dia, fazendo minhas unhas no salão que sempre frequento, a manicure perguntou qual a cor que eu gostaria de passar. Eu respondi, e ele disse: Você é engraçada, usa sempre as mesmas cores, né? 

E foi aí que comecei a prestar atenção no meu costume e realmente percebi que tinha mais de 100 vidrinhos de esmaltes (de todas as cores possíveis), mas eu só utilizava poucas cores. Foi então que desapeguei de 90% deles.

IMG_4057

Como podem ver nas fotos, atualmente eu mantenho somente as cores que mais uso, que são basicamente os tons de vermelho, rosa queimado e nude. Às vezes, lanço mão de uma francesinha e um pretinho. Mas, na maior parte do tempo, eu uso esses da foto mesmo. É muito legal quando você começa a se encontrar, se conhecer e ver o processo de descoberta do estilo pessoal. 

Os meus esmaltes favoritos, são de longe o da Vult. Eles duram horrores, tem as cores muito bonitas e não ficam falhados. 

Muitas vezes a gente quer fazer grandes mudanças na nossa relação de consumo e esquecemos que as pequenas mudanças são tão importante quanto as grandes. A busca por uma vida voltada para o que é essencial é construída a partir de pequenas modificações no dia a dia.

E vocês? Já mudaram um hábito de consumo ou já se percebeu consumindo algo que não condiz com os seus estilos?

 

Anúncios

Como começar a consumir de forma consciente.

Ultimamente venho pensando muito nas questões ambientais. Mais precisamente em moda sustentável, slow fashion e em consumo consciente. Cada vez mais estamos num processo de consumismo desenfreado e ando tentando lutar contra essa necessidade de compras já a algum tempo.

Nunca fui dessas mulheres que compram por impulso ou que compram alguma peça e depois deixa encalhada num canto. Normalmente penso muito antes de comprar uma roupa ou um sapato. Mas, desde 2015 tenho me podado mais nas compras. Fiquei quase um ano sem comprar roupas novas e realmente só fui comprar peças novas quando estava me preparando para ir para o Canadá em junho. A minha demissão ano passado colaborou mais ainda para as compras conscientes (estamos em crise e precisamos economizar, né gente?).

Eu sempre me faço uns questionamentos antes de comprar algum objeto que me chamou atenção por algum motivo. Sempre dá certo e garanto que se você começar a fazer esses questionamentos, logo, logo irá ver como estará economizando e de quebra dando uma força para o meio ambiente! Vamos aos questionamentos:

Eu REALMENTE preciso disso?

Eu POSSO ganhar isso?

Eu quero comprar isso para FAZER PARTE de algum grupo social ou porque eu QUERO?

Eu QUERO comprar isso de verdade ou só quero porque está TODO MUNDO USANDO?

Você acha que essa compra traz algum impacto no planeta?

Se depois que você responder essas três perguntas, você ainda quiser comprar o objeto de desejo, vá em frente. Com o tempo você verá que a maioria dos seus desejos é puro desejo impulsivo e vai perceber que existem coisas muito mais importantes para se gastar, como por exemplo, viagens e comida! 🙂